Matawi Kukenan A morada dos Espirítos

Kukenam é o nome do tepui irmão do monte Roraima, localizado na Grand Sabana, sul da Venezuela

Kukenán é uma montanha sagrada. Nela vivem os espíritos de guerreiros pemones que não devem ser molestados - conta Benetton, guia indígena que acompanha os turistas na expedição ao Roraima. Para ele, o despertar dos guerreiros é a causa do desaparecimento misterioso do turista.

Benetton ouvia do seu avô histórias sobre lutas seculares pela posse da terra, travadas entre os índios macuxis e pemones (de etnia arekuna, kamaracoto e taurepang). Quando um guerreiro pemon era derrotado, jogava-se do alto do tepuy Matawi-kukenán. Na língua indígena, ''matawi'' significa ''quero morrer'' ou ''lugar de suicídio''.

- Os guerreiros arekunas ingeriam uma erva que lhes concedia poderes sobrenaturais. Passavam a ter agilidade e coragem sobre-humanas. Locomoviam-se dezenas de metros numa fração de segundos. Combatiam e matavam os inimigos sem temor - fala baixinho, quase pedindo licença, Benetton.

Os espíritos desses guerreiros são chamados pelos pemones de canaimas - entidades temidas até hoje. Quando alguma morte inexplicável acontece, os índios atribuem-na aos desígnios do canaima. Daí vem o respeito mítico de Benetton pelo Kukenán. O misticismo está entranhado nos pemones.

http://http://www.mochileiros.com/misterios-lendas-t29200-15.html


Monte Kukenan é sagrado para os índios


O Kukenan Tepui fica ao lado do Roraima e é considerado um lugar sagrado para os índios. Com trilhas de difícil acesso e perigosas, os antigos contam que muitos morreram tentando alcançar o cume, um dos motivos que levou à proibição de escaladas desde 1997.

Os indígenas se referem ao local como Matawi-kukenán (“quero morrer”, ou “local de suicídio”), pois o monte guarda os espíritos dos guerreiros Pemón, que eram jogados do alto após a derrota para os índios Macuxis nas seculares batalhas pela posse das terras. Esses espíritos, ao serem molestados, desencadeiam sua ira e são os responsáveis pelo desaparecimento dos turistas que ousam enfrentá-lo.

Os Pemons também são chamados de Arecunas e em mais uma das lendas, os antigos contam que durante a batalha eles ingeriam uma erva que lhes concedia maior agilidade e destreza para lutar. Os espíritos destes índios são chamados de Canaima, mais uma entidade respeitada e temida pelos povos da região, pois a ele são atribuídas todas as mortes misteriosas no Monte Kukenan.

Tepui Kukenan - O lado mal da força


Ao lado do Monte Roraima, um dos inúmero montes em formato de mesa que

existe na Grand Sabanna (Venezuela), fica o Kukenan.

Seu outro nome é Matawi-Tepuy que significa: "Se me sobes tu morres"

Ouvi a história de que há muito tempo os índios Macuxis da região do

Brasil entraram em guerra com os índios da Grand Saban os Tauarepang.

Pois os Taurepang perderam, e não aceitaram a vergonha de voltarem

para casa derrotados por isto como costume dalí subiram o Matawi-Tepuy

(kukenan) de lá se suicidaram num longo arremeço da borda; por isto o

Kukenan é considerado amaldiçoado e mal.
Fonte: http://psicologiaespiritualgs.blogspot.com.br/2011/07/matawi-kukenan.html
  • RELÓGIO

    IVONIO SOLON BLOG